PS propõe que custos com a revista "Cais do Mundo" revertam a favor das famílias e empresas do concelho

01-08-2020

O Secretariado do Partido Socialista de Peso da Régua, reunido a 30 de julho de 2020, vem prestar os seguintes esclarecimentos:

Ponto 1 - Tem-se verificado por parte do Executivo da Câmara Municipal de Peso da Régua uma aposta inequívoca em propaganda publicitária, comunicados, "merchandising" institucional e publicações em redes sociais. Apesar de legítima, esta orientação política somente reforça a falta de projetos e execução de obras estruturais no nosso concelho.

Ponto 2 - Num momento em que Portugal e o Mundo continuam a passar por grandes dificuldades e incertezas económicas, às quais Peso da Régua e os Reguenses não estão imunes, o Executivo da Câmara Municipal de Peso da Régua continua a desperdiçar dinheiros públicos em projetos sem qualquer tipo de retorno. Exemplo disso é a publicação da revista "Cais do Mundo".

Ponto 3 - Tratando-se de uma revista com conteúdos já amplamente divulgados e publicados nos diversos órgãos institucionais do Município e de comunicação social, de acontecimentos ocorridos há meses, e estando disponível via digital, não se compreendem os gastos financeiros e os impactos ambientais negativos com a sua publicação em formato papel.

De acordo com o exposto, o Partido Socialista de Peso da Régua propõe ao Executivo da Câmara Municipal que finde com a publicação da revista "Cais do Mundo" em formato papel, e redirecione os custos da sua conceção, impressão e distribuição em melhores medidas de apoio às famílias e às empresas do nosso concelho.

Peso da Régua, 30 de julho de 2020